fbpx

9º ANO do Ensino Fundamental Anos Finais; 1ª e 2ª SÉRIES do Ensino Médio

Iniciamos, no Colégio Intelectus, a transição para o processo do Ensino Médio, já no 9º ano do Ensino Fundamental. Este processo, ainda com suas etapas diagnósticas e avaliativas de todo o conteúdo programático, abre espaço também para a preparação para os processos seletivos das universidades ao término da 3ª série do Ensino Médio e também, iniciando em 2021, do ENEM seriado que ocorrerá para os alunos que cursarem a 1ª série do Ensino Médio em 2021.

No início do ano, é aplicada uma avaliação de sondagem, enviada pelo Sistema de Ensino Poliedro, para que possamos detectar individualmente ou coletivamente, falhas no processo de aprendizagem e encaminhar o aluno para a melhor solução do problema, sem ocasionar acúmulos de falhas que podem desestruturar o ensino de novas habilidades e competências.

A composição da nota de cada frente de cada disciplina dar-se-á, trimestralmente, por 3 notas:

– P1: Prova Dissertativa

– N1: Avaliação contendo 5 questões discursivas, por frente. Cada questão recebe uma nota de 0 a 2, fragmentadas em 0,1.

                -N2: Avaliação Parcial: Esta avaliação continuada é executada pelos professores em forma de tarefas, seminários, trabalhos, participação e recebe uma nota de 0 a 10.

                A nota da P1 será dada por: P1 = 0,8.N1 + 0,2.N2      

– P2: Avaliação ENEM

                – Esta avaliação é um simulado elaborado pelo corpo docente do Colégio Intelectus que aborda 90 questões testes no formato ENEM, contemplando as habilidades e competências trabalhadas durante o trimestre. Este simulado é corrigido pela Teoria Clássica dos Testes e recebe uma nota de 0 a 10, denominada NT.

                – Trimestralmente o aluno deve entregar redações trabalhadas em sala com o (a) professor (a). A média destas redações servirá para calcular a nota de redação, denominada NR que será utilizada para integrar a nota P2 segundo o formato abaixo:

                – Caso o aluno entregue todas as redações do trimestre e não tenha a nota zerada em nenhuma delas, este receberá 1,0 (um) ponto extra na nota da prova teste.

– P3: Avaliação EDROS:

– Este simulado fornecido pelo Sistema de Ensino Poliedro, contendo questões objetivas (60 para 9º ano e 90 para 1ª e 2ª SEM) e uma redação. Este simulado é corrigido pela Teoria de Respostas ao Item (TRI) e também pelo formato clássico. O TRI permite ao aluno entender o processo de correção de universidades americanas e também, do ENEM. Devido ao alto nível do simulado e ao conteúdo acumulativo, existe uma tabela de bonificação para o cálculo da nota do aluno. A nota do simulado (clássica) será padronizada de 0 a 10 e somada à bonificação de acordo com a tabela respectiva, graduada relativamente ao total de questões.

* No 2º trimestre, existem duas avaliações EDROS e, portanto, será descartada a menor nota obtida pelo aluno.

A nota trimestral de cada frente será dada pela média simples das notas P1, P2 e P3 e a média da disciplina dar-se-á pela média das notas obtidas em cada frente. Caso o aluno não atinja média 6,0 (seis) na disciplina, estará de recuperação e fará a prova de recuperação da(s) frente(s) que possua(m) nota(s) abaixo de 6,0 (seis). A Prova de Recuperação terá nota máxima 6,0 (seis) e substitui a nota obtida no trimestre (na frente que o aluno fez a prova de recuperação).

O aluno que ficar para recuperação deverá realizar um trabalho (será disponibilizado, em data prévia à recuperação, no site do colégio) que servirá como base para a avaliação e receberá uma nota de 0 a 10 para compor a nota final da prova de recuperação.

Para aprovação, o aluno deverá somar ao longo do ano, 36 pontos. Sendo o 1º trimestre, peso 1, o 2º trimestre, peso 2 e o 3º trimestre, peso 3.

Vale ressaltar que, em 2021, a 1ª série do Ensino Médio já iniciará a transição para o Novo Ensino Médio e terá em seu quadro curricular, itinerários formativos diversos que serão avaliados semestralmente através de projetos e trabalhos de conclusão. Para que o aluno adquira os créditos relativos ao itinerário, é necessário obter uma nota final superior a 6,0.  Esta mudança também prepara o aluno para a vida universitária e técnica, iniciando um processo de aprendizagem de linguagem técnica, de pesquisa e de inovação científica.